Como funciona a embreagem de um carro automático ou automatizado.

Ao contrário da caixa manual, a transmissão automática é dotada de um sistema hidráulico, com conversor de torque e engrenagens planetárias que promovem a troca de marchas sem interromper o envio de potência e torque do motor. O conversor de torque é o responsável por transferir a força do motor para a transmissão. As engrenagens planetárias têm tamanhos diferentes e estão sempre engatadas entre si, sendo que a relação de força varia de acordo com a ordem com que essas engrenagens estão conectadas.

Já no caso de um câmbio automatizado, ele utiliza praticamente a mesma concepção de um manual. Entretanto, ao invés do pedal de embreagem, há um sistema auxiliar para desaclopar o motor de transmissão e outro para promover as trocas de marcha. Este sistema pode ser heletroidráulico (como é o caso do GSR e Dualogic da Fiat, produzidos pela Magneti Marelli) e o 100% eletrônico (neste caso, o Easy-R da Renault e o I-Motion da VW, fabricados pela ZF Sachs) Neste último caso há três motores elétricos de corrente contínua para acionar a embreagem, selecionar as marchas e engatá-las.

Informações tirada: Notícias Automotivas

Add Comentário